- Hoje é
 
 
           Home | Quem somos | Actividades |Contactos
Destaques
Recursos | Documentos | Busca | Visitas | Links
 
 
É dando que se recebe!                                           Há mais alegria em dar do que em receber!
 :: O dom da Vida
 :: Namoro
 :: Preparar o casamento: CPM
 :: Celebrar o matrimónio
 :: Crescer em família
 :: Rezar em família
 :: Catequese em família
 :: A educação dos filhos
 :: Aconselhamento Familiar
 :: Planeamento familiar natural
 :: Como posso ajudar?
 :: Movimentos Pastoral Familiar
 :: Boletins Informativos

COMO POSSO COLABORAR?
 
Se está disponível para colaborar com a Pastoral Familiar contacte o seu pároco e informe-se junto dele sobre o que pode fazer concretamente. Por exemplo, pode colaborar na constituição de uma equipa paroquial da pastoral familiar.

 

EQUIPA PAROQUIAL DA PASTORAL FAMILIAR


O que é?


É um pequeno grupo de casais cristãos que, unidos ao pároco, assume perante a comunidade a tarefa da evangelização das famílias, em articulação com outras estruturas paroquiais (catequese, pastoral juvenil e vocacional, etc.) de forma a ajudarem as famílias a serem mais fiéis ao seu projecto de amor.

Reunindo-se regularmente (de quinze em quinze dias a uma vez por mês, em regra), a equipa deve reflectir conjuntamente temas sobre a família e definir acções concretas, tendo em conta a realidade familiar local.



O que pode fazer?


Colaborar com o pároco na coordenação da pastoral familiar da paróquia, em articulação com as outras estruturas paroquiais e em consonância com as orientações gerais diocesanas;

Fazer o levantamento da realidade familiar do meio e despertar a comunidade para a resolução dos problemas mais preocupantes;

Promover acções de formação humana e cristã para as famílias (debates, encontros de convívio, jornadas de estudo e de reflexão, etc.);

Colaborar na preparação do matrimónio e na preparação dos pais para o baptismo dos seus filhos;

Prestar atenção e ajuda aos casais em dificuldade;

Acompanhar os casais, de modo particular os mais novos, aproveitando alguns dos momentos mais significativos (aniversário do casamento, nascimento ou baptizado de um filho, …);

Aproveitar o Dia da Sagrada Família para homenagear os casais que celebram o casamento nesse ano, os que celebram as bodas de prata e ouro matrimoniais e, por que não, os que tiveram um filho durante o ano;

Sensibilizar a comunidade para as questões relacionadas com a defesa da vida humana e a promoção de uma cultura que reconheça e respeite a dignidade de cada ser humano desde a concepção até à morte natural;

Incentivar a formação de outras equipas de casais, designadamente as ligadas aos movimentos de espiritualidade familiar;
 

Pode também participar num movimento de Pastoral Familiar. Temos vários contactos que facilitam a sua procura: Movimentos Pastoral Familiar
 
 
 
 
©Copyright - Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar, 2004