- Hoje é
 
 
Home | Quem somos
Actividades
Contactos | Destaques | Recursos  | Documentos | Visitas | Links | Busca
 
 
Deus é Amor!          Aquele que ama conhece a Deus!               Aquele que ama permanece em Deus!          
 :: O dom da Vida
 :: Namoro
 :: Preparar o casamento: CPM
 :: Celebrar o matrimónio
 :: Crescer em família
 :: Rezar em família
 :: Catequese em família
 :: A educação dos filhos
 :: Aconselhamento Familiar
 :: Planeamento familiar natural
 :: Como posso ajudar?
 :: Movimentos Pastoral Familiar
 :: Boletins Informativos

NOTÍCIA
 
DIA DIOCESANO - FESTA das FAMÍLIAS
Escolhe a Vida, diz não à violência!

22 de Maio de 2005 - 10,30h às 18,00h
Parque Desportivo de Sarzedo - Arganil

 

“Sede construtores da Paz!”
Apelo do Bispo de Coimbra
no Dia da Igreja Diocesana e da XI Festa das Famílias:

O Pavilhão Gimnodesportivo do Sarzedo, concelho de Arganil, congregou no Domingo passado centenas de famílias da Diocese de Coimbra.

A XI Festa das Famílias, inserida na Semana da Vida, coincidiu este ano com o Dia da Igreja Diocesana. Foi uma oportunidade de encontro, de partilha, de alegria sã, de enriquecimento espiritual para todos os participantes e, sobretudo para o arciprestado de Arganil (a quem este ano coube a organização).

Foi sem dúvida para esta comunidade uma oportunidade para maior tomada de consciência sobre a problemática da família, despertando para a necessidade de se organizar, mais e melhor, nas respostas a dar às questões que hoje se colocam à instituição familiar, afirmou o Cónego Manuel Martins, vigário da região Pastoral do Nordeste e pároco do arciprestado de Arganil, em jeito de conclusão deste encontro.

Para todos quanto participaram neste encontro das famílias ficou o desejo de mais iniciativas da Pastoral da Família.

A Celebração da Eucaristia foi presidida pelo Bispo de Coimbra D. Albino Cleto, concelebrada por vários sacerdotes e transmitida pela Rádio Renascença. O acolhimento aos participantes foi feito pela Filarmónica Arganilense, com a presença do Cónego Manuel Martins, do presidente da Câmara Municipal de Arganil e do presidente da Junta de Freguesia do Sarzedo.

Como vem sendo habitual nestes encontros, a tarde foi repleta de eventos culturais, com a actuação do Rancho Folclórico Flores do Alva (Sarzedo), Rancho Folclórico “Os Columbinos” (Pombeiro da Beira), Rancho Folclórico da Região de Arganil, Tuna de Arganil, Tuna de Coja, uma representação teatral e vários testemunhos. 

O Secretariado Diocesano da Pastoral da Família que está atento à problemática deste sector, pensou ser oportuno propor para este encontro, uma reflexão sobre as múltiplas formas de violência a que a Família está, hoje, exposta, tanto a partir de dentro, por parte dos seus membros, como a partir de fora, nos vários âmbitos em que a Família se insere ou aos quais está, inevitavelmente, ligada.

Assim, organizou juntamente com o arciprestado de Arganil a XI Festa das Famílias com o tema “Escolhe a vida, diz não a violência”. Tratou-se de levar a uma tomada de consciência alargada face a todas as formas de violência que se opõem à vida concreta, vida esta que se afirma e cresce na instituição chamada “Família”.

O Bispo de Coimbra,  apelou na sua homilia à unidade, igualdade e ao amor dentro da família.

“Quanta violência existe hoje no seio das próprias famílias?” – perguntou o pastor da diocese às centenas de famílias presentes no pavilhão gimnodesportivo do Sarzedo. “A violência não é só maus-tratos físicos que os nossos jornais tanto nos falam. Nós cristãos podemos usar outras violências que tão correntemente vemos: a ausência”, disse D. Albino Cleto. “Deixar chegar a hora do final de domingo sem estar presente para o encontro da família, fazendo sofrer os que já vieram – é uma violência”, explicou o prelado.

“A violência do silêncio, cortar relações e deixar que se passem dias a fio sem dizer uma palavra”, foi outra das violências que o Bispo de Coimbra descreveu. “A violência da decisão no fim de uma discussão”, rematou.

“Que Deus no dê força, não só para lutar contra estas violências em nossas casas, mas também para sermos construtores de paz (dirigindo-se também aos filhos). Lutadores contra a violência nas famílias de quem somos amigos e vizinhos”, apelou o prelado da diocese.

Na homilia, o Pastor da diocese fez vários apelos às famílias presentes neste encontro:

“Famílias cristãs! Construí a Paz junto daqueles de quem sois amigos, vizinhos, colegas de trabalho ou por outro laço qualquer.

Famílias cristãs! Fazei o sacrifício de ajudardes quando se avizinham nuvens na família que se encontra ao vosso lado. Com a bênção de Deus e depois de uma breve oração atrevei-vos a entrar numa casa onde há guerra, porque vós levais a paz. Jesus que viveu também ele no seio de uma família, seja Ele também a porta da paz para todas as famílias”.

Ao explicar a coincidência, deste ano, se celebrar a XI Festa das Famílias no dia da Igreja Diocesana, D. Albino Cleto esclareceu que a diocese é uma família, onde Deus é o Pai. “Pertencer-me-á a mim (Bispo) ser o retrato do Pai”. “Sejamos todos irmãos e que as famílias da nossa diocese mostrem que a família é a Igreja doméstica. Que a Diocese de Coimbra seja uma fonte de vida, bebendo nas fontes que Jesus nos deixou – na Palavra de Deus, na catequese, na Eucaristia que neste ano celebramos, nos sacramentos… Ao bebermos na fonte levemos a todas as famílias dos homens e mulheres da nossa diocese a alegria de vivermos como Deus quer que vivamos”, concluiu o Bispo de Coimbra.

 

 

Como habitualmente a grande família diocesana reuniu-se para celebrar na alegria o dom da Igreja.

Neste dia partilhámos a vida e conhecemo-nos melhor uns aos outros, fortalecendo a nossa unidade e reconhecendo a riqueza da diversidade de carismas e ministérios.

Este ano o tema geral do Dia Diocesano esteve centrado na Família.

 

 

Domingo
(22/5/2005)

PROGRAMA

10,30 h  - Acolhimento
               
(Entrega do Guião, Ensaio de Cânticos, recepção pela Filarmónica
                Arganilense)

11,00h  - EUCARISTIA
               (Presidida pelo Bispo de Coimbra, D. Albino Mamede Cleto)

12,15h  - Animação pela Filarmónica Arganilense             

13,00h  - Almoço partilhado

14,30h  - Tarde de Animação:
               Rancho Folclórico Flores do Alva
               Tuna de Arganil
               Testemunhos
               Demonstração de Karaté
               Rancho Folclórico "Os Columbinos"
               Testemunhos
               Representação Teatral
               Tuna de Coja
               Rancho Folclórico da Região de Arganil   

17,30h  - Encerramento
               Mensagem do Senhor Reitor Cónego Manuel Martins
               Mensagem do Senhor Bispo Albino Cleto

 

ORAÇÃO PELA FAMÍLIA

 
©Copyright - Secretariado Diocesano da Pastoral da Família, 2004