Com os doentes e portadores de deficiência

Francisco visitou o “Cottolengo”, para um encontro com doentes e portadores de deficiência. Com o nome do seu fundador, São José Bento Cottolengo, esta instituição fundada há quase dois séculos, hoje espalhada pelo mundo, nasceu em Turim e acolhe marginalizados com deficiência e idosos.
Francisco denunciou que a longevidade “nem sempre é hoje vista como um dom de Deus mas como um peso difícil de aguentar” e que “esta mentalidade não faz bem à sociedade”.
Para o Papa, é preciso “desenvolver anticorpos contra este modo de considerar os idosos ou as pessoas com deficiência”, tal como se faz no Cottolengo,”que sempre amou estas pessoas”.

 

Plano Pastoral


Bispo Diocesano


Vaticano